Notícias e informações relevantes para os moradores da região noroeste da cidade de São Paulo

Clube Escola Taipas terá paralisação temporária para atividades de idosos

Terceira idade realiza caminhadas e ginástica no local

Clube Escola Taipas. Foto: Divulgação

Publicado às 10h15

Por Cristina Braga

O morador Valentim de Souza, de 75 anos, ficou preocupado quando soube que o Clube Brigadeiro Eduardo Gomes, na Cohab de Taipas, localizado na Rua João Amado Coutinho, popularmente conhecido como Clube Escola Taipas, iria fechar suas portas para a comunidade em breve, sem aviso prévio.

Valentin reclamou com a reportagem da Folha Noroeste sobre a paralisação das atividades voltadas à terceira idade. “A Prefeitura de São Paulo quer desativar o espaço, porque vai precisar dele”, disse o leitor. “E o que nós, idosos, faremos agora? Por lá, praticamos alongamentos, caminhadas, ginástica e outras atividades. Se fechar esse espaço, o que será de nós?”, indagou à FN.

Pesando 111 quilos, o leitor precisou fazer exercícios físicos e, há dez anos, utiliza o local para caminhar e perder peso. E a atividade tem feito bem à saúde: já emagreceu mais de dez quilos. Com o mesmo propósito, Maria de Souza, de 68 anos, também utiliza a unidade para fazer ginástica e caminhada. “Antes eu precisava ir até Caieiras, mas ficou muito difícil o deslocamento. Moro em Taipas há 49 anos, e quando abriu esta possibilidade aqui, achei ótimo”, revela. A moradora participa de uma das turmas de ginástica e caminhada que o Clube Escola disponibiliza aos usuários todas as segundas, quartas e sextas-feiras, das 8h às 9h, e terças e quintas, às 9h e 10h.

Em nota, a direção do Clube Brigadeiro Eduardo Gomes, na Cohab de Taipas, informa que a desativação do espaço voltado para atividades aos idosos, a partir de 1º de julho de 2019, será temporária. A ação é necessária devido às obras do CEU Taipas. A expectativa da administração do Clube Escola é que as atividades voltem a ser  realizadas em um prazo de 15 dias. O CEU Taipas estava previsto para ser entregue em 2 de agosto de 2017 pelo consórcio Lopes Kalil Brasfer ao custo de R$ 38.991.699,52 milhões.

Deixe uma mensagem

Seu e-mail não será publicado.