Notícias e informações relevantes para os moradores da região noroeste da cidade de São Paulo

CRAS disponibiliza agendamento online para CadÚnico

Unidade da Lapa já conta com a novidade; Bolsa Família é o serviço mais solicitado pela população

Foto: Wagner Origenes

Publicado às 10h25

Por Cristina Braga

Em vistoria realizada na última quinta, 10, ao CRAS Lapa (Centro de Referência de Assistência Social), localizado na Rua Caio Graco, 423, o prefeito Bruno Covas e o Secretário Municipal de Assistência Social José Castro conferiram o novo serviço de agendamento online – agora disponível na unidade -, cujo objetivo é acabar com as fi las de atendimento presencial, agilizando o suporte ao cidadão.

A Prefeitura de São Paulo está facilitando o acesso nesses locais com a ferramenta disponível no endereço agendacadunico.prefeitura.sp.gov.br. O serviço permite ao cidadão a escolha de dia, hora e local para o atendimento. O agendamento é feito em quatro etapas: após a identificação, o cidadão deve selecionar os serviços que deseja e escolher o endereço mais próximo ou mais conveniente. Na terceira fase, são selecionados data e horário. Por fim, é exibida uma tela de confirmação.

Na cidade de São Paulo, o CadÚnico conta com mais de 1,3 milhão de famílias, que participam dos principais programas disponíveis como Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, Renda Cidadã e Leve Leite, além de benefícios como Tarifa Social de Energia Elétrica, Prestação Continuada/Lei Orgânica de Assistência
Social (LOAS), Ação Jovem, Passe Livre Estudantil e ID Jovem. Em 2018, o atendimento foi de 56 mil famílias. A atualização cadastral representou 81% dos serviços realizados.

Moradores de rua

Quando questionado sobre a situação dos moradores de rua que se espalharam pelo bairro da Lapa, Covas disse que é reflexo de cinco anos de crise econômica. Segundo ele, a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) conta com orçamento de mais de R$ 1 bilhão para atender a população em situação de vulnerabilidade e idosos abandonados. “Não existe saída fácil, nem rápida. Cada caso deve ser abordado de forma individual, sempre respeitando as necessidades de modo a convencê-los a sair da rua. Temos vagas em abrigos para isso”, ressaltou o prefeito durante a visita.

Deixe uma mensagem

Seu e-mail não será publicado.