Notícias e informações relevantes para os moradores da região noroeste da cidade de São Paulo

Governo estuda flexibilizar Lei da Adoção

A pauta é próxima à ministra Damares, que é mãe por adoção de uma menina indígena

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Publicado às 8h

Agência Estado

A Secretaria da Família estuda flexibilizar a Lei da Adoção, via projeto de lei. O governo quer incentivar a adoção internacional e de crianças mais velhas. Tudo, diz, garantindo a segurança do processo.

Outra possibilidade na mesa é mudar a relação do governo com as casas de abrigo: podem repassar recursos por cada criança que deixa a casa. Hoje recebem por cada criança que acolhem.

A pauta é próxima à ministra Damares, que é mãe por adoção de uma menina indígena.

O entendimento do governo é que o processo é muito lento e burocrático e, portanto, a ideia é que não dure mais que nove meses, em uma referência à gestação.

O ministério pretende também em incentivar mulheres a não abortarem, mas deixarem filhos indesejados para a adoção, com o lema: “Não mate, adote”.

A pasta lança nesta terça-feira, 21, campanha com o mesmo mote, sob o título de #CruzadaDaAdoção, na

Câmara dos Deputados. O evento vai contar com a presença da primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

Deixe uma mensagem

Seu e-mail não será publicado.