Notícias e informações relevantes para os moradores da região noroeste da cidade de São Paulo

Motoristas e pedestres reclamam de manutenção precária em viadutos na Pompéia e Vila Leopoldina

Estruturas apresentam infiltrações, falhas nos gradis, fendas e buracos na passagem de pedestres

Obra provisória substituiu placas de concreto por outras menos danificadas no viaduto do Cadeião, na Zona Oeste de São Paulo. Foto: Reprodução/TV Globo

Publicado às 10h25

G1 São Paulo

O viaduto que cedeu na Marginal Pinheiros no dia 15 de novembrocontinua provocando impactos no trânsito em São Paulo, mas não é a única estrutura do tipo que apresenta problemas na capital. Motoristas e pedestres reclamam de infiltrações, falta de gradil, buracos e outras falhas causadas pela manutenção precária em vários pontos da cidade.

Viaduto Pompéia

No Viaduto Pompéia, na Zona Oeste, há várias goteiras. Plantas que brotam das fendas evidenciam a infiltração de água na estrutura. Na passagem de pedestres, há diversas falhas no gradil de proteção, sendo que uma parte foi substituída por uma grade improvisada de madeira.

Procurada pela reportagem, a subprefeitura da Lapa afirmou que está ciente dos problemas e que os consertos estão incluídos na programação dos serviços de zeladoria, mas não estipulou um prazo de quando serão realizados.

Plantas crescem em fendas do viaduto Pompeia, na Zona Oeste de São Paulo. Foto: TV Globo/Reprodução

Viaduto do Cadeião

O Viaduto do Cadeião, na Vila Leopoldina, também na Zona Oeste, tem diversas falhas nas placas de concreto que servem para a travessia de pedestres da área, que é bastante movimentada devido ao acesso ao Centro de Detenção Provisória de Pinheiros e à Ceagesp.

Em outubro deste ano a Prefeitura iniciou uma obra de recuperação do local, que deve custar R$ 405 mil. As placas de concreto que estavam com vergalhões expostos e mais esburacadas foram substituídas provisoriamente por outras menos danificadas, o que facilitou a travessia.

No entanto, o conserto definitivo, que inclui a recuperação do gradil que está enferrujado, só está previsto para ser concluído em fevereiro de 2019.

 Viaduto Aricanduva

No Viaduto Aricanduva, na Zona Leste, os moradores da região afirmam que não há serviços de zeladoria há pelo menos três anos. A pintura está escurecida devido à poluição, há pichações e plantas que brotam das fendas.

A subprefeitura da Penha afirmou que já realizou alguns serviços de poda, que devem ser concluídos nesta semana.

 

Deixe uma mensagem

Seu e-mail não será publicado.