Notícias e informações relevantes para os moradores da região noroeste da cidade de São Paulo

Peça aborda conflito entre amor e religião

Vivianne Pasmanter e Marcello Airoldi interpretam um casal apaixonado separados pela diferença religiosa

Foto: Priscila Prade/Divulgação

Publicado às 12h15

Por Gabriel Cabral

A peça “Amor Profano” está em cartaz no Teatro Vivo, na zona sul da capital, até 25 de novembro. Protagonizada por Vivianne Pasmanter e Marcello Airoldi, a montagem conta a história de um casal apaixonado que vive conflitos causados pelas diferenças religiosas. Deus surge, na história, como um terceiro protagonista que vive entre os dois.

Hannah e Zvi se reencontram pela primeira vez após 20 anos após uma turbulenta separação. Eles foram criados em uma comunidade ultra-ortodoxa judaica e Jerusalém e, após uma crise de fé de Zvi, que resolveu abandonar as leis religiosas e seguir uma vida secular.

Após o encontro, os dois terão que conversar e enfrentar os fantasmas do passado, do amor, da fé e suas escolhas. O despertar do desejo e da paixão que nunca morreu é inevitável, mas será que o casal será capaz de superar todos os problemas que os alcançaram no passado?

O texto de “Amor Profano” é de Motti Lerner, tradução de Debora Aronis e Diana Berezin e direção de Einat Falbel.

 

Serviço

Amor Profano

Quando: até 25 de novembro. Sextas às 20h; sábados às 21h; domingos às 19h
Quanto:
R$50 (sextas-feiras); R$70 (sábados e domingos)
Onde:
Teatro Vivo. Avenida Doutor Chucri Zaidan, 2460 (antigo 860) – Morumbi

 

Deixe uma mensagem

Seu e-mail não será publicado.