Notícias e informações relevantes para os moradores da região noroeste da cidade de São Paulo

Prefeito Bruno Covas almoça em Pirituba com vereadores da região

Em entrevista ele falou sobre as obras da ponte da Raimundo que ligará Pirituba à Lapa

Publicado às 16h45

Por Cristina Braga

O Prefeito Bruno Covas (PSDB) almoçou na praça de alimentação do Tietê Plaza Shopping, em Pirituba,nesta quinta, dia 6, juntamente com os vereadores Eliseu Gabriel (PSB), Paulo Frange(PTB), Fabio Riva (PSDB), o Subprefeito de Pirituba/Jaraguá Edson Brasil, a Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico e Trabalho Aline Cardoso, além de outros integrantes da equipe de governo.

Após o almoço, que estava programado na agenda municipal, o prefeito Covas respondeu algumas questões pertinentes a construção da ponte que ligará Pirituba à Lapa. “As obras já começaram, a ordem de serviço foi dada há dias atrás. Já estão reservados os R$ 386 milhões que é o valor total do empreendimento.É uma grande reivindicação da população – há mais de 40 anos – onde deve passar entre 100 e 110 mil carros por dia, beneficiando população da zona norte em especial”, salientou o prefeito.

Covas disse ainda que espera inaugurar este primeiro trecho em novembro de 2020 e  continuar a obra do corredor de ônibus a ser iniciada ainda este ano, e deve se prolongar até 2021 .Para a obra, o prefeito reafirmou que tem recursos do FUNDURB (Fundo Municipal de Desenvolvimento Urbano). “Estamos esperando ainda o projeto que está na Câmara Municipal  (de revisão da Operação Urbana Consorciada Água Branca) que reduz os valores dos títulos públicos, para poder vender os Cepacs. Assim que a Câmara aprovar, a gente reserva parte deste recursos e pode liberar os recursos do FUNDURB para outras obras da Cidade”, concluiu.

Confiante da comercialização dos Cepacs mesmo em tempos de recessão econômica, Covas acredita que há muita demanda na região do perímetro da operação urbana.  “As pessoas que já investiram, mas que, por conta do preço alto praticado à época, acabaram não tendo oportunidade de comprar este Cepac. A Câmara autorizando, temos certeza de que poderemos revender e ter comprador para poder investir naquela região”, emendou.

Ainda sobre urbanismo, disse  há discussão no governo federal para ver se inclui a área do Ceagesp, na Vila Leopoldina, no PIU ( Projeto de Intervenção Urbana) Arco Pinheiros ou se vai ser um projeto em separado. “Nossa intenção é aproveitar este projeto e já enviar conjuntamente por isso estamos discutindo nas três esferas,o futuro daquela área”.

 

 

 

Deixe uma mensagem

Seu e-mail não será publicado.