Notícias e informações relevantes para os moradores da região noroeste da cidade de São Paulo

Prefeitura irá expandir programa WiFi Livre em SP

Prefeitura irá expandir programa WiFi Livre SP de 120 para 619 pontos de acesso na Capital

Publicado às 14:00

Por Cristina Braga

 

Parceria com a operadora America Net irá levar internet gratuita para centros culturais, bibliotecas, centros desportivos e pontos turísticos, entre outras localidades

A Prefeitura de São Paulo, por meio da secretaria municipal de Inovação e Tecnologia, expande a rede de conectividade da Capital levando internet gratuita e de qualidade para 619 localidades. Parceria com a operadora America Net, mediante assinatura de credenciamento, irá disponibilizar wifi em centros culturais, bibliotecas, centros desportivos e pontos turísticos, entre outros pontos de acesso.

São Paulo conta hoje com 120 pontos de acesso dispostos nas praças e parques da cidade, rede que exige o investimento por parte da administração municipal de R$ 12 milhões ao ano. A expansão do programa WiFi Livre SP supera as determinações do Programa de Metas 2017-2020, que previa a duplicação da rede de conectividade da cidade.

“Estamos propondo um modelo de financiamento pelo setor privado que não onera os cofres públicos e assegura internet de qualidade para as regiões de maior vulnerabilidade social”, destaca Daniel Annenberg, secretário municipal de Inovação e Tecnologia.

“É com muita satisfação que fechamos uma parceria como essa, de tamanha importância para a cidade de São Paulo por permitir que a população possa desfrutar das possibilidades que o acesso à internet traz, principalmente no que tange à educação e, consequentemente, na inclusão social de diversos cidadãos”, ressalta José Luiz Pelosini, vice-presidente da America Net.

O edital de credenciamento propõe que as empresas interessadas recebam como contrapartida o direito de explorar modelo de negócios baseado na publicidade digital. O documento segue de forma irrestrita as diretrizes do Marco Civil da Internet e da recém-aprovada Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, garantindo direito à privacidade, à neutralidade da rede e à proteção de dados pessoais. Lançado em ‪23 de novembro, o edital permite que outras organizações interessadas em ofertar internet gratuita na Capital também firmem parceria com o município, conforme orientações dispostas no link https://tinyurl.com/yddu5njq

A democratização do acesso à internet é considerada por especialistas como condicionante para o crescimento econômico e para a inclusão social. De acordo com a The Economist Intelligence Unit, o Brasil é o 10º país em número de pessoas sem acesso à internet: um terço de sua população (cerca de 71 milhões de brasileiros) não possui acesso à rede, e apenas 11,5% possuem conexão banda larga.

Levantamento da Universidade Federal do ABC sobre o perfil dos usuários do serviço de Wi-Fi público de São Paulo aponta ainda que “entre as pessoas que acessam a internet por aparelhos móveis, o percentual de uso por Wi-Fi é de 87,2%, superior ao da conexão por meio de 3G/4G”, ilimitada em termos de quota de tráfego e, financeiramente, ainda inacessível para uma boa parcela da população.

Sobre o programa WiFi Livre SP

O programa WiFi Livre SP tem como objetivo levar internet gratuita e de qualidade à população de São Paulo, fomentando a inclusão digital e a apropriação do espaço público. Está disponível em 120 praças e parques da cidade e registra, desde o início do programa, em 2014, mais de 400 milhões de acessos.

Sobre a America Net

Fundada em 1996, a America Net é uma das principais operadoras de telefonia móvel, fixa e conectividade do país. A companhia conta com infraestrutura e tecnologia de ponta baseada em redes de Fibra Óptica com extensão de mais de 16 mil km, presença em 7 estados e mais de 250 cidades e radiofrequência.

Deixe uma mensagem

Seu e-mail não será publicado.