Notícias e informações relevantes para os moradores da região noroeste da cidade de São Paulo

Zona oeste é a região mais valorizada para venda de imóveis

Sessenta por cento dos bairros paulistanos mantiveram os preços estáveis em 2018

Vista aérea da região da Vila Romana, na Lapa. Foto: Fernando Stankuns

Publicado às 11h55

Por Cristina Braga

Sem surpresas, 2018 foi de altos e baixos para o mercado imobiliário em todo o Brasil. Porém, a cidade de São Paulo findou o ano em um cenário positivo, em que 60% dos bairros mantiveram os preços para venda estáveis ao longo do período. É o que revela a pesquisa do Imovelweb, um dos maiores portais imobiliários do país.

Em dezembro do ano passado, o valor médio do metro quadrado na capital paulista foi cotado em R$ 5.982,00, sem mudanças significativas no segundo semestre. Já nos últimos 12 meses, os preços dos imóveis na região registraram queda de apenas 1%.

De acordo com o levantamento do portal, 80% dos bairros paulistanos apresentaram preço médio entre R$ 4.600,00/ m² e R$ 9.580,00/m². As regiões oeste, centro-sul e centro são as que apresentaram os valores médios mais elevados: R$ 8.300,00/m², R$ 8.202,00/m² e R$ 7.954,00/m², respectivamente.

A zona oeste foi a que mais se valorizou em 2018, com alta de 0,7%, chegando a ser a mais cotada para venda em dezembro – com R$ 8.300,00/m². Enquanto isso, a noroeste foi a sexta do ranking, atingindo a marca de R$ 5.397,00/m². Já no quesito aluguel, a oeste seguiu aquecida em dezembro, com preço médio de R$ 2.439,00
mensais, sendo a terceira mais valorizada da capital. A região noroeste, por sua vez, atingiu o preço médio de R$ 1.489,00, que corresponde à sexta colocação no ranking imobiliário da cidade de São Paulo, segundo
o levantamento.

Deixe uma mensagem

Seu e-mail não será publicado.